sábado, 1 de janeiro de 2011

PorcelainE Dolls


Não costumam sorrir grandemente. E quando o fazem, é sempre aquele sorriso cínico, frio, distante. Ali estão, a observar-nos, como se estivessem a armazenar todos os nossos segredos, dos mais inocentes aos mais terríveis. Cheias de caracóis, com vestidos de rendas, e laços, e mais laços... algo muito "retro", muito romântico, muito século XIX ou XVIII. Mas por que motivo paracem tão racionais, tão frias, tão calculistas? Ás vezes, ponho-me a olhar para elas. De frente. Nos olhos. E nos olhos, paira névoa. O que estarás a pensar? - penso eu.

E ela responde: "És má, és anormal, és desajeitada, és parva."


Eu gosto muito de bonecas de porcelana.

Sem comentários: